R7.com - Notícias, entretenimento, esportes e vídeos
MS Record
CONTATO
11 de janeiro de 2013 - 14h20 • Nenhum comentário

Prefeitura dará auxílio de cesta básica e encaminhamento ao mercado de trabalho para catadores

Ação vai dar suporte as pessoas que viviam do lixão a partir do mês que vem

O conteúdo desta página requer uma nova versão do Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Foto: Reprodução TV MS RecordCatadores foram cadastrados nesta manhã para receber auxilio
Dayene Paz, MS Record

Um ônibus da Secretaria de Assistência Social (SAS) permaneceu nesta manhã em frente a Unidade de Tratamento de Resíduos (UTR) da Capital. O objetivo é cadastrar os moradores da região. A ação emergencial vai dar suporte as pessoas que viviam do lixão, como bolsa auxilio, cesta básica e encaminhamento do mercado de trabalho.

“Estamos analisando cada caso. Os catadores que estão na cooperativa, alguns não receberam ainda, outros estão recebendo menos de dez reais por dia, então estamos conversando com eles para entender cada caso. Aqueles que realmente estão passando necessidade, nós vamos entregar esse benefício eventual da cesta básica, independente se está na cooperativa ou não. Fazendo o cadastro esses trabalhadores passam por uma qualificação profissional, quem não é alfabetizado, passa pela alfabetização”, explicou a Secretária da SAS, Taís Helena.

Hoje, das 500 famílias que sobreviviam catando materiais recicláveis no lixão, apenas 130 estão cadastradas para trabalhar na cooperativa da UTR, as outras estão sem trabalho e vivendo em péssimas condições de vida.

O líder dos catadores não cooperados, Luiz Henrique Berrocal explicou que mesmo quem está cadastrado não da conta de se manter, já que o pagamento é muito baixo em comparação ao dinheiro que conseguiam quando o lixão estava aberto. “Ninguém é contra a UTR, só que reabra o lixão, o dia que estiver cem por cento para todo mundo estar lá dentro, aí a gente volta para a UTR”, disse Luiz.

Para muitos moradores é uma oportunidade de começar de novo. “Estou com fé que vai dar tudo certo, se Deus quiser”, desabafou o ex-catador, Paulo Zanata de Oliveira.

O lixão foi desativado em dezembro de 2012 e a inauguração do aterro sanitário da Capital chegou a ser embargada pelo Ministério Público Federal por apresentar irregularidades. Hoje, a Unidade de Tratamento de Resíduos só está 15% concluída e o lixo está sendo despejado de forma inadequada no aterro.

“Nosso aterro sanitário está se transformando em outro lixão, não poderia jamais o aterro receber resíduos servíveis, somente inservíveis, aqueles que não tem possibilidade nenhuma de reciclar, não é o que vem acontecendo no aterro sanitário, então temos um problema ambiental e temos um problema social. O Ministério Público Federal se colocou a disposição, fomos até o Ministério Público Estadual e do trabalho para que, o judiciário, executivo e legislativo possamos achar uma solução definitiva para o problema que nós estamos enfrentando aqui”, comentou Taís.

O prefeito de Campo Grande informou que já tomou as atitudes necessárias e que a licitação pode ser cancelada. “Com relação a questão do meio ambiente, medidas já estão sendo tomadas, eu determinei a minha equipe técnica que faça a verificação do que está existindo para que a gente possa tomar uma decisão com relação a essa situação que foi realizada e que está muito questionada”, explicou o prefeito da Capital, Alcides Bernal.

A SAS informou que o benefício de R$ 625 e a cesta básica, disponíveis pela ação emergencial, serão repassadas as famílias cadastradas a partir do mês que vem, já que primeiro é necessário identificar quais famílias precisam, de fato, do auxilio. Ainda não foi calculado o investimento da prefeitura nesta ação, porque não se sabe o número de pessoas que vão precisar do recurso. (Com colaboração de Natalie Malulei, TV MS Record)



Compartilhar:
Imprimir    Imprimir: Feed RSS Assine nosso Feed:
Deixar Comentário
O e-mail e telefone não serão divulgados
MS RECORD © Copyright 2011 MS Record. Todos os Direitos Reservados Desenvolvido por dothCom Consultoria Digital