R7.com - Notícias, entretenimento, esportes e vídeos
MS Record
CONTATO
27 de maio de 2012 - 09h45 • Nenhum comentário

Padre que atrai multidões é proibido de celebrar missas em MS

Decepcionado, Padre Benedito questiona a instituição católica
MS Record

Conhecido por realizar missas de cura e retiros em todo o estado de Mato Grosso do Sul, com uma multidão de fiéis, o Padre Benedito, pároco em Dois Irmãos do Buriti, terá que fazer seu trabalho de evangelização apenas no município.


 


De acordo com o Padre, alguns Bispos de Mato Grosso do Sul são contra a sua forma de evangelizar. "Dois Bispos falaram que estou causando tumulto”.


 


Padre Benedito destacou que após o anuncio de que seria transferido vem recebendo manifestação de apoio da população e de católicos do estado, além de São Paulo, Paraná e Minas Gerais. “Só poderei celebrar as missas de cura e os retiros dentro do município de Dois Irmãos do Buriti. Conversei com Dom Dimas, arcebispo de Campo Grande, e ele autorizou continuar celebrando lá, disse”.


 


 


Segundo o religioso, os Bispos que reclamaram de seu trabalho nunca o procuraram para conversar. “Não participei da reunião de ontem, mas na próxima terça-feira vou conversar com Dom Jorge, Bispo de Jardim”.


 


Decepcionado, Padre Benedito questiona que a Igreja sempre pregou a evangelização e seu trabalho tem sido feito com amor. “Vou tentar entender o porquê disso”. E acrescentou: “Falam que estou ferindo a Liturgia, mas se for assim terão que proibir em todo o Brasil. Só pode ser pessoal”.


 


Para o Padre Benedito a Igreja precisa olhar mais para o povo e ver o resultado deste trabalho. “Quantos drogados já ajudamos, quantos casamentos já reconciliamos. É preciso olhar os frutos do trabalho”, finalizou.


 


 


Fiéis


Católica, Katiuscia Nascimento, que mora em Campo Grande destacou a importância do trabalho que o Padre Benedito está realizando. “Já participei de três retiros e de inúmeras missas de cura. Também costumo ir às missas em Dois Irmãos do Buriti e vejo as pessoas saírem felizes, após duas, três horas de missa”.


 


“Penso que isso é falta de união e um pouco de dor de cotovelo de outros padres”, afirmou Katiuscia sobre as proibições que o Padre Benedito recebeu.


 


Segundo Katiuscia, as pessoas gostam e procuram pelas missas de cura celebradas pelo Padre Benedito. “Não vão atrás do Padre, mas de Deus e da Eucaristia e ficam felizes. O Padre Benedito esclarece e muitos querem dar seus depoimentos”.


 


Katiuscia ressaltou que o religioso busca a todos. “Ele conversa e atende a todos. Não fica só no seu mundinho, ele busca pelas pessoas”.



Paróquia


Cristina Alves Soares, que pertence a Paróquia de Dois Irmãos do Buriti, destacou que perseguições sempre existiram e vão existir. “Ainda mais com uma pessoa como ele. Ele é um padre dez”.



A paroquiana lembrou que divergências há em todos os lugares, inclusive na Igreja Católica. “Teve a Assembleia em Jardim e o Padre vai continuar em nossa Paróquia. Isso já ficou certo que ele permanece na cidade e poderá fazer os retiros e as missas aqui”.


 


“Vamos confiar na providência Divina e nossa paróquia está de portas abertas para acolher as pessoas e as outras comunidades”, enfocou Cristina.(com informações Dourados News)




Compartilhar:
Imprimir    Imprimir: Feed RSS Assine nosso Feed:
Deixar Comentário
O e-mail e telefone não serão divulgados
MS RECORD © Copyright 2011 MS Record. Todos os Direitos Reservados Desenvolvido por dothCom Consultoria Digital